Manipulando fórmulas, valorizando a vida.
Av. General Carneiro, 631 - Sorocaba / SP
15 98810-4360 | 15 3222.9074 | 15 3019.1824

Foliculite

foliculite

Foliculite é uma infecção de pele que se inicia nos folículos pilosos. Normalmente é causada por uma bactéria ou fungo.
Existem os casos superficiais, que são os mais comuns, e a foliculite profunda.

– Foliculite superficial
Nesse tipo de caso aparecem pequenas lesões vermelhas, como se fossem pequenas espinhas, que podem ou não apresentar pus e que se desenvolvem em volta dos folículos pilosos (“buraquinhos” onde nascem os pelos). A pele pode ficar avermelhada e inflamada na região. Pode aparecer também coceira ou sensibilidade dolorida na região infeccionada.
Muitas pessoas relacionam a foliculite somente com a região da barba, mas ela pode aparecer em qualquer região que haja pelos, como nas pernas, axilas e virilhas que normalmente passam por depilação.
Esse tipo de infecção acontece quando os folículos pilosos são infectados por bactérias, que vivem naturalmente na nossa pele, mas que por meio de um corte, arranhão ou outro ferimento (como uma depilação mais agressiva, por exemplo), penetram no folículo, causando essa inflamação.

– Foliculite profunda
Surgimento de uma lesão maior, elevada e com pus amarelado no meio, se tornando um furúnculo. Toda a região fica inflamada e muito dolorida. Essas inflamações podem afetar tão profundamente o folículo, que em alguns casos eles podem ser destruídos, deixando a região desprovida de pelos. Muitas vezes a foliculite profunda, deixa cicatriz, o que causa uma grande alteração na aparência da pele.

– Tratamento
Normalmente a foliculite superficial desaparece depois de adotados alguns cuidados na rotina diária. Já os casos mais severos podem precisar de tratamento a base de antibióticos, que somente um dermatologista poderá avaliar e prescrever.

– Prevenção 
Uma das maneiras de prevenir a foliculite é deixar a pele respirar e tomar cuidados ao se barbear ou depilar.
- Evite usar roupas justas e de tecidos grossos com frequência, principalmente nos dias mais quentes, para evitar a foliculite que pode aparecer nas nádegas e pernas.
- A esfoliação é uma grande aliada quando o assunto é prevenir a foliculite, e deve ser feita semanalmente. Se a pele estiver irritada e com os primeiros sinais da foliculite, é melhor não esfoliar para não agredir mais a pele.
- Evite raspar ou depilar a pele com produtos quentes, quando já estiver irritada.
- Se a barba tiver que ser feita, use barbeador elétrico ao invés de lâmina, e aplique produtos pós-barba com ação calmante e antisséptica. Além disso, procure fazer a barba no sentido do crescimento dos pelos.
- Usar gel calmante após as depilações de pernas e virilhas.

– Cuidados
-Aplicar um pano úmido quente e pressionar a área afetada pela foliculite, várias vezes ao dia para aliviar o desconforto e ajudar na desinfecção.
-Usar cremes com Aveia coloidal, preparados em Farmácia de Manipulação, e outros produtos de ação calmante e cicatrizante para ajudar a aliviar a coceira na pele.
-Lavar a pele infectada, delicadamente, duas vezes ao dia com sabonete antibacteriano. Se necessário usar uma pomada anti-inflamatória sobre as lesões.
-Não compartilhar toalhas ou panos de rosto e lavá-los com bastante água quente e sabão após utilizá-los. Lave as roupas que entram em contato com as áreas afetadas depois de usá-las.

Não se trata de propaganda e sim de um informativo.

** Consulte seu médico.



Nenhum comentário »

Deixe um comentário